4 bandas brasileiras do cenário underground que valem a atenção

O cenário musical brasileiro nunca esteve tão confuso e, ao mesmo tempo, tão movimentado. Confuso porque, mais do que nunca, os hits promovidos pelos artistas em voga nas nossas terras nunca tiveram um prazo de validade tão curto e uma rotação tão intensa. A “última música do momento” muda com a mesma facilidade que a gente troca de lugar em um trem vazio na cidade. Ao mesmo tempo, é nítida a rotatividade intensa de novos artistas e músicas no mercado fonográfico, que inundam as rádios e as playlists do YouTube com novas músicas de refrões que parecem ficar grudados na cabeça. Ouvir música na zoeira tem seu lado bom. Mas e aquelas que servem pra ter espaço cativo no seu Spotify e nos fones de ouvido isolados?

A cada dia que passa, ainda que haja uma grande movimentação de novos artistas com contratos assinados, é nítido o quanto o cenário da música underground e/ou independente tem sua movimentação, com um respaldo considerável do público. É aqui, no clima de rock and roll de garagem, que todos os dias surgem novos grupos formados por membros talentosos e dispostos a resgatar a essência do gênero. Em dezembro, estive presente no Canil Fest, festival de bandas que agora encaminha para sua quinta edição, para conferir algumas boas sugestões pra gente ouvir no dia-a-dia.

A seguir, confira quatro bandas do nosso cenário que merecem a nossa atenção:

Trooz

Trooz | Crédito: Divulgação
Trooz | Crédito: Divulgação

Montada a partir de uma reunião dos remanescentes da Kiara Rocks, os paulistanos da Trooz fazem um som apoiado no stoner rock, gênero que mistura elementos do hard rock, heavy metal, grunge e acid com uma pitada psicodélica. Os vocais, tão acelerados quanto a maior parte de suas músicas, é cercado de drives e grita letras diretas, sem grandes floreios. Ideal para quem procura peso.

Trezzy

Trezzy durante apresentação na IV Canil Fest, em Dezembro de 2017 | Crédito: Camila Honorato
Trezzy durante apresentação na IV Canil Fest, em Dezembro de 2017 | Crédito: Camila Honorato

Com um som intenso e cercado por letras que falam de traumas, frustrações e diversos anseios que permeiam o nosso cotidiano, a Trezzy tem um pézinho no hard rock e sabe utilizar isso a seu favor. Boa parte dos seus refrões são pautados em harmonizações vocais bem completinhas. Além disso, suas músicas sabem mesclar bem os momentos mais melódicos com o timing explosivo exigido pelo conjunto da obra.

Blame

Blame | Crédito: Camila Honorato
Blame durante apresentação na IV Canil Fest, em Dezembro de 2017 | Crédito: Camila Honorato

Com fortes influências do pós-grunge dos anos 1990, os catarinenses da Blame apostam forte em um vocal afinado e bem estruturado em parceria com distorções e riffs que transportam a gente pra um passado, assim, não tão distante do rock. Não se sinta culpado se lembrar de bandas como Creed e Daughtry ao ouvi-los: a influência aqui é bem nítida.

Mattilha

Mattilha | Crédito: Camila Honorato
Mattilha durante apresentação na IV Canil Fest, em Dezembro de 2017 | Crédito: Camila Honorato

Se você ainda não ouviu falar dos caras da Mattilha, corra: os “cachorros loucos” estão crescendo no nosso cenário e o reconhecimento pelo som visceral que eles fazem só tende a aumentar – tanto que, em 2016, eles foram considerados uma das grandes apostas para o cenário do rock brasileiro, ao lado de ninguém menos do que o Far From Alaska. O som deles também tem fortes influências do hard rock, com letras provocativas e vocais potentes.

E aí, tem sugestões de bandas novas e autorais? É só deixar nos comentários. 😉

Advertisements

2 Comments Add yours

    1. camilahonorato says:

      Valeu a indicação, Rafael! Gostei muito da música. Um abraço!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s