Crônica: Sobre as voltas que o vento dá

Quando eu era pequena, gostava de me sentar na rede da casa de campo dos meus pais e de balançar conforme o vento batia no final da tarde. Gostava de observar o horizonte com as cores que surgiam no céu, vendo as transformações intensas de nuances no entardecer. Aquele crepúsculo que se descortinava na minha…

Poema: O Inimigo na Escuridão

O monstro adentra pelo quarto Invade o espaço entre as paredes Se acomoda na cama pequena Açoita a criança inocente. O monstro adentra pelo quarto Ameaça a alma confusa Diz para que ela não conte nada Compra-lhe o silêncio. O monstro adentra pelo quarto Promete mundos e fundos Causa a dor a uma pobre alma…

Poema: “Ruptura”

Era uma corda fina e delicada Sustentando dois corpos inclinados em frente De um lado para o outro. Uma dança os traz para perto Beijos acalentados Abraços de promessas Planos ditados no ouvido. Os corpos se entregam e se amam. São sustentados de uma forma branda. Mas os movimentos, de repente, se tornam bruscos. As…

Feminismo: A triste arte de classificar as mulheres pelo comportamento sexual

“Essa mulher é pra casar. Essa é pra transar”. Me pergunto se, em pleno século XXI, ainda não conseguimos superar tamanha baboseira. O comportamento sexual das mulheres sempre foi um objeto de poda, regras estapafúrdias, classificações esdrúxulas e muita, mas muita falta de respeito. Se ela tem um comportamento recatado em relação ao sexo, é…

Literatura: Poema de Véspera

Novembro chegou com seus tons de cinza e dourado. Com sua atmosfera de véspera Com seus aromas e cores de festas. Novembro se aproximou rápido. Condecorou a lembrança fria do escritório Da papelada sulfite em cima da mesa Do barulho do teclado batendo ininterruptamente Tendo os prédios do lado de fora para decorar. Novembro relembrou…

Poema: Sopro na Janela

Faz frio do lado de fora E a chuva incessante na cidade joga gotas de dor e lágrimas na janela. O vento entra pelas frestas da porta Joga sopros gélidos de tremor e tristeza Um dia nublado tem gosto de saudade A chuva incessante é a incorporação da melancolia Um desejo de volta, uma mensagem…

Crônica: A fabulosa arte de negar

Dizer não é uma atitude simples quando se leva em conta a valorização que ela carrega. São três letras simples e um acento discreto que caracterizam o gesto de balançar a cabeça na horizontal: ene, a, ó, tio. Não! No entanto, dizer que três letrinhas sem vergonha são um exercício pior do que três horas…

Dicas preciosas para lidar com términos de relacionamentos

Em uma semana, vocês estão planejando um futuro juntos, discutindo viagens e pensando em ideias para construir uma família e dividir um espaço entre vocês. Dias depois, repentinamente, esses planos caem por terra quando uma das partes decide terminar a relação alegando poucos motivos convincentes e, de repente, você se vê sozinha (o) com seus…

Crônica: Mulheres incríveis também sofrem rejeição

É duro quando a gente assume que tem uma autoestima boa, principalmente quando analisa as qualidades mais impressionantes que se tem. Não só os atributos físicos, mas a inteligência acima da média, a alta capacidade de discutir lances de jogos esportivos em uma mesa de bar, o conhecimento aprofundado em games, em línguas, arte, literatura……

O que aprendi como Community Manager (a social media do povão)

Ai, sabe, tô bem cansada de assuntos amorosos, términos e lamentações. Haja terapia pra me aguentar! Mas deu. O luto persiste, a esperança está aqui. Mas preciso me ocupar de coisas que me façam bem enquanto passo por esse momento difícil. E nada melhor do que escrever para vocês! Eu pensei um pouco pra escrever…

Poema: Incorrespondência

Eu queria que você me amasse tanto quanto te amo. Mas graças a Deus, não me foi concedido esse poder. Não quero que me ame e me queira por pena. Não quero a brutalidade de uma obrigação. Quero que fique por vontade própria Seja em dias nublados ou com o sol no litoral. Por tanto…

Poema: Mensagem a um amor transparente

Hoje acordei com vontade de escrever para ti. De declamar poemas, versar sobre declarações feitas aos seus olhos claros e felinos A tuas expressões intensas e ao sorriso torto que chega a teus lábios E aos cantos externos de seu belo rosto. Acordei com vontade de despentear seus cabelos com as mãos. De amar as…