Crônica: Quando ela escapou pelos seus dedos

Era uma bela mulher, com todos os atributos possíveis. Um corpo cheio de curvas, uma face delicada, uma inteligência fora do comum. Ele era um homem imaturo para sua idade. Uma pessoa que se cercava das mesmas piadas, com as quais pouco se sustentava, cheio de ambições vagas em detrimento de uma vida comum, onde…

Poema: “O Suicida”

O mundo é uma bola de neve, gigante e colossal. Uma bola de neve branca e capaz de engolir uma pessoa inteira. Capaz de submeter um único ser humano frágil Em uma parte integrante de suas partículas gélidas e marmóreas. Partículas de cores que mal se veem à distância. É apenas um corpo que gruda…

4 bandas brasileiras do cenário underground que valem a atenção

O cenário musical brasileiro nunca esteve tão confuso e, ao mesmo tempo, tão movimentado. Confuso porque, mais do que nunca, os hits promovidos pelos artistas em voga nas nossas terras nunca tiveram um prazo de validade tão curto e uma rotação tão intensa. A “última música do momento” muda com a mesma facilidade que a…

Retratos: conheça o trabalho de Eloísa Toguchi na delicada Lá do Mato

Uma das minhas promessas de 2018 era consolidar meu canal no YouTube e fazer dos vídeos algo complementar à minha escrita, priorizando um conteúdo voltado pra pessoas que gostam de conhecer histórias de outras pessoas e de lugares diversos. Junto com um dos meus trabalhos como jornalista freelancer, surgiu a ideia de realizar um vídeo…

Retrospectiva 2017: Obrigada por tudo, Chester Bennington!

Cá estou separando meus textos de final de ano e refletindo sobre tudo que 2017 representou pra mim – o que logo menos vira um texto exclusivo, o último desse ano, sobre as dores e as delícias que esse ano que se passou representou pra mim. Aqui, nesse pequeno espaço, eu dedico algumas palavras para…

Crônica: Sobre as voltas que o vento dá

Quando eu era pequena, gostava de me sentar na rede da casa de campo dos meus pais e de balançar conforme o vento batia no final da tarde. Gostava de observar o horizonte com as cores que surgiam no céu, vendo as transformações intensas de nuances no entardecer. Aquele crepúsculo que se descortinava na minha…

Poema: O Inimigo na Escuridão

O monstro adentra pelo quarto Invade o espaço entre as paredes Se acomoda na cama pequena Açoita a criança inocente. O monstro adentra pelo quarto Ameaça a alma confusa Diz para que ela não conte nada Compra-lhe o silêncio. O monstro adentra pelo quarto Promete mundos e fundos Causa a dor a uma pobre alma…

Resenha Literária: A literatura erótica de Nana Pauvolih

Escrever sobre sexo ainda é um grande desafio para a maior parte dos escritores que mergulham nesse universo. Há que se enfrentar o pulso ferrenho da crítica, o risco da porrada do moralismo que anda à solta por aí e cumprir com maestria o desafio de tornar o ato fascinante e excitante com a leitura…

As 4 bibliotecas mais bonitas de São Paulo

Ler é um dos melhores remédios para a alma. E ter um lugar bacana para ler em paz é essencial para a nossa saúde mental. Frequentemente, somos bombardeados com fotos e matérias que trazem as eleições das bibliotecas públicas mais bonitas do mundo, sendo que a maior parte delas leva em consideração conjuntos arquitetônicos de…

Poema: “Ruptura”

Era uma corda fina e delicada Sustentando dois corpos inclinados em frente De um lado para o outro. Uma dança os traz para perto Beijos acalentados Abraços de promessas Planos ditados no ouvido. Os corpos se entregam e se amam. São sustentados de uma forma branda. Mas os movimentos, de repente, se tornam bruscos. As…