Resenha de Produto: NIOXIN vale a pena?

Uma das maiores reclamações da população sobre cuidados com os cabelos é o afinamento capilar. Isso acontece por diversos fatores: alterações hormonais, alimentação, ressecamento, sensibilidade no couro cabeludo, excesso de procedimentos químicos (sobretudo de ferramentas de calor, como secador, babyliss e chapinha), estresse e muito mais. Atualmente, no Brasil, a taxa da população que sofre com algum grau de afinamento capilar, do mais leve ao mais severo, gira em torno de 50%.

Com esse cenário em mente, a Wella trouxe para o Brasil, há cerca de dois anos, a linha de produtos da NIOXIN, que prevê o tratamento do problema a partir do couro cabeludo, promovendo uma mudança na espessura dos fios e trazendo um aspecto mais forte e denso. A proposta surgiu a partir da experiência da fundadora da marca, Eva Graham, quando esta passava por problemas de afinamento decorrentes de uma gravidez. Observando a carência de produtos no mercado que visam o tratamento diretamente na raiz do problema, que reside na saúde do couro cabeludo, Eva desenvolveu uma fórmula à base de extrato de chá branco, umectantes, óleo de hortelã e agentes condicionantes que protegem os fios contra a umidade e promovem o rejuvenescimento dos mesmos.

No ano passado, pude trabalhar diretamente com os produtos das linhas de varejo e profissional da Wella, incluindo outros nomes que não atendem diretamente ao nome principal da marca, mas que pertencem ao grupo (tais como Clairol, Sebastian e, consequentemente, NIOXIN). A maior dúvida apresentada por boa parte dos consumidores que testavam os produtos era se ele realmente cumpre com o prometido. Ganhei um dos kits em um dos eventos da marca e pude tirar a prova. E o resultado da pergunta título é: sim, ele realmente vale a pena.

O que precisa ser levado em consideração é que, apesar de ser um produto que auxilia nos problemas relacionados à queda e quebra de cabelo (ainda que o combate ao último esteja anunciado entre algumas das promessas dos sistemas), essa não é a principal proposta dos kits. O intuito é que haja uma mudança na espessura a partir do couro cabeludo e que os novos fios nasçam mais espessos e fortes, promovendo uma aparência mais densa e saudável no cabelo todo. Ou seja: por atuar primeiramente na limpeza da raiz e estimular o crescimento a partir dali, é um produto que precisa de uma certa continuidade para que os resultados sejam notados. Os especialistas da marca anunciam um prazo de, no mínimo, trinta dias para que as primeiras mudanças sejam realmente notadas – o que eu considero um tempo razoável, porém não totalmente condizente com o resultado, já que eu mesma só fui notar essa mudança depois de dois meses de uso contínuo.

A proposta de NIOXIN é aumentar a densidade dos fios e tratar a rarefação desde o couro cabeludo | Crédito: Divulgação
A proposta de NIOXIN é aumentar a densidade dos fios e tratar a rarefação desde o couro cabeludo | Crédito: Divulgação

O segundo passo é ter em mente que o tratamento proposto por NIOXIN é essencialmente estético. Ou seja: problemas relacionados a hormônios e à famigerada calvície nos homens precisa ser averiguado na companhia de outro especialista da área da saúde. Dessa forma, os kits funcionam como um complemento a um tratamento que precisa estar atrelado, na grande maioria das vezes, ao acompanhamento de dermatologistas e até ao uso de medicamentos. Sobre a calvície, aliás, vale salientar: não é uma proposta que vai frear completamente um problema que tem causas genéticas, mas apaziguar os seus avanços. Como o produto atua diretamente no couro cabeludo, é necessário que ainda haja a presença de folículos pilosos para que haja o estímulo do crescimento completo dos fios e o aumento de sua espessura. Caso não exista mais aquela pontinha de cabelo, é nítido que não há mais o que fazer a não ser recorrer a implantes ou, ao que eu acho mais bacana ainda, abraçar o visual total careca e recorrer a truques estéticos com barba e acessórios diversos pra abraçar o novo estilo. Os homens, aliás, são uma parcela considerável dos consumidores desses produtos, o que reflete uma preocupação cada vez maior deles com a aparência e no quanto o problema da calvície os incomoda.

Falando sobre a minha experiência pessoal: meu desejo sempre foi que meu cabelo tivesse uma aparência mais densa. Meus fios sempre foram um pouco mais finos do que eu gostaria e, com o passar dos anos, senti que o corpo do cabelo foi se reduzindo. Meu kit selecionado foi o do Sistema 1, para cabelos finos, naturais e com rarefação pouco notável. Parando pra analisar, foram cerca de três meses de uso contínuo de um dos kits adquiridos. Senti que o cabelo ficou mais forte e que, por consequência da ação do produto no couro cabeludo, meu problema de queda também foi reduzido drasticamente. Fiz o teste comparativo da espessura do fio do cabelo (pegue um fio e gire entre os dedos e veja se consegue senti-lo. Se você não senti-lo, ele é fino; se senti-lo em termos, ele é médio; se senti-lo muito, ele é grosso) e notei que ele passou a atingir a espessura mais grossa que eu pretendia, de fino pra médio. Além disso, em um prazo de tempo razoável, meu cabelo cresceu um absurdo: no final de 2016, eu cortei ele curto, acima dos ombros. Em junho, ele estava em um comprimento médio e mais volumoso. Hoje ele já ultrapassa a cintura e está mais comprido e cheio do que antes do corte. Ou seja: além de recomendar o produto para combater a temida rarefação capilar, encorpar o cabelo e aumentar a densidade dos fios, também recomendo pra utilização no caso de estimular o crescimento dos fios em um prazo de tempo menor.

Pequena linha do tempo com a transformação: as fotos coloridas são antes, depois e durante o corte novo (cortei em setembro) e as em preto e branco são do cabelo em crescimento. Na primeira, eu já estava em tratamento (em março) e a última é mais recente, do cabelo bem comprido e cheio. Deu até pra cortar e ver crescer uma franjinha bem curta no meio do caminho | Crédito: Reprodução/Arquivo Pessoal
Pequena linha do tempo com a transformação: as fotos coloridas são antes, depois e durante o corte novo (cortei em setembro de 2016) e as em preto e branco são do cabelo em crescimento. Na primeira, eu já estava em tratamento (em março de 2017) e a última é mais recente (outubro de 2017), do cabelo bem comprido e cheio. Deu até pra cortar e ver crescer uma franjinha bem curta no meio do caminho | Crédito: Reprodução/Arquivo Pessoal

As precauções que tenho para dar sobre o produto são as mesmas indicadas pelos profissionais que trabalham junto aos salões credenciados pela Wella ou na consultoria do time de educação e treinamento: como a composição do produto contém óleo de hortelã (o que confere o aroma fresco e a sensação de ter passado uma bala forte no topo da cabeça após seu uso), é normal que o couro cabeludo apresente uma vermelhidão sutil que pode perdurar por algumas horas. No entanto, a insistência desse aspecto não deve ser confundido com uma potencial alergia. Dessa forma, recomendo que, antes mesmo de comprar o produto, se for o primeiro uso, que ele seja adquirido pessoalmente e que seja feito um teste de alergia na pele pra ver se ele não vai estimular o surgimento de algumas bolinhas. Se você já sabe de pronto que não tem nenhuma resistência a hortelã, saiba que a sensação de frescor (aquele geladinho na pele) é comum durante a utilização do produto. Além disso, alguns profissionais recomendam que o uso de NIOXIN não esteja associado a outros produtos sob pena da diminuição de sua eficácia. No entanto, como o custo do produto é muito alto no Brasil, recomendo que ele seja usado com produtos mais baratos e com bom potencial do dia-a-dia no combate à queda e ao afinamento (tem uma seleção de produtos complementares na foto no final da matéria, tanto para serem usados junto a NIOXIN quanto para trazer outros resultados – todos testados por mim) para intercalar os dias de seu uso, aumentar sua durabilidade e não pesar tanto no bolso.

Por fim, é importante ter em mente que, por se tratar de um sistema, todos os produtos contidos nele devem ser usados sempre. Ou seja, se você vai usar o shampoo, precisa também utilizar sempre o condicionador e o leave in. O kit tem mesmo o potencial intensificado se utilizado por completo, como um tratamento composto por um passo-a-passo. Essa é a melhor garantia de ter um resultado satisfatório. No meu caso, eu aplicava o leave in com os cabelos molhados e antes da utilização do secador. Além disso, é preciso levar a sério o seu diagnóstico para utilizar o kit mais adequado para o seu cabelo. No site oficial do produto, é possível fazer essa consultoria (é só clicar aqui). Mas de uma forma geral: o Sistema 1 é indicado para cabelos finos, com rarefação discreta e naturais; o Sistema 2 é indicado para cabelos finos, com rarefação notável e naturais; o Sistema 3 é indicado para cabelos finos, com rarefação discreta e quimicamente tratados; o Sistema 4 é indicado para cabelos finos, com rarefação notável e quimicamente tratados; o Sistema 5 é indicado para cabelos médios ou grossos, com rarefação discreta e naturais ou quimicamente tratados; e o Sistema 6 é indicado para cabelos médios ou grossos, com rarefação notável e naturais ou quimicamente tratados.

Os tratamentos complementares de NIOXIN disponíveis no Brasil: 1. A Deep Repair Mask, que hidrata os fios e forma uma camada protetora; 2. o Scalp Renew, um dermoabrasão de manuseio delicado e profissional que auxilia na regeneração do couro cabeludo; e 3. o famoso Diaboost, que traz uma aparência instantaneamente mais encorpada ao cabelo | Crédito: Reprodução/Divulgação
Os tratamentos complementares de NIOXIN disponíveis no Brasil: 1. A Deep Repair Mask, que hidrata os fios e forma uma camada protetora; 2. o Scalp Renew, um dermoabrasão de manuseio delicado e profissional que auxilia na regeneração do couro cabeludo; e 3. o famoso Diaboost, que traz uma aparência instantaneamente mais encorpada ao cabelo | Crédito: Reprodução/Divulgação

Além disso, se puder, também é legal utilizar um dos tratamentos complementares oferecidos pela marca. Eu utilizei a Deep Repair Hair Mask e achei que ela complementa bem o tratamento, além de hidratar bem os fios (já que a falta de corpo no condicionador pode dar a impressão de faltar hidratação) e ter um cheiro ótimo. O Diaboost, por sua vez, é um dos queridinhos da galera já adepta da marca por proporcionar uma aparência mais densa instantaneamente, aumentando o volume. Já o Renew Dermoabrasão, um peeling que atua na regeneração, deve ser aplicado no salão por um profissional, já que sua composição é delicada e exige cuidados na hora de manusear. O único porém é que, além do site Beleza na Web (parceira direta da Wella), só é possível comprar os produtos da marca em salões de beleza. Acredito que, por se tratar de um tratamento estético, ele poderia estar em algumas farmácias. Apesar de tudo, vale a pena e traz um aspecto bem diferente no cabelo. Um custo que vale a pena. Um investimento certeiro.

  • Leia Mais

Abaixo, uma seleção de produtos para melhorar o aspecto do cabelo ou para complementar o tratamento com produtos mais baratos para serem usados diariamente.

Produtos complementares e mais em conta | Crédito: Reprodução/Divulgação
1. Shampoo Griffus Quero Cabelão Bombado, R$ 21,90 – Combate a quebra dos fios e atua no auxílio do crescimento de cabelos mais fortes e saudáveis; 2. Condicionador Pantene 3 Minutos Milagrosos, R$ 18,90 – Combate os danos provocados por agentes químicos, hidrata e deixa o cabelo mais forte e brilhante; 3. Máscara Cadiveu Professional Hair Remedy, R$ 49,90 – Promove uma nutrição profunda do cabelo, reconstruindo as fibras capilares e reconstruindo os fios dos efeitos provocados pelos danos; 4. Shampoo Reparador Aromacologia, L’Occitane En Provence, R$ 35 (75 ml) e R$ 95 (300 ml) – Composto por cinco óleos essenciais (angélica, lavanda, gerânio, ylang ylang e laranja doce), promove uma limpeza profunda do couro cabeludo e atua no combate ao ressecamento e a danos dos fios. De quebra, tem um dos melhores aromas do mercado;  5. Kit Macadâmia Oil Premium, Inoar (Shampoo e Condicionador), R$ 44,90 – Devolve o brilho e revitaliza cabelos danificados, fortificando as fibras capilares. Bônus: tem o selo vegano (livre de produtos de origem animal e de qualquer tipo de teste); 6. Spray Finalizador Volupt, Sebastian Professional, R$ 212,90 – Apesar do preço, é um dos melhores produtos do mercado para finalizar o cabelo, trazendo mais volume e estilizando-o da melhor forma. Dura bastante; 7. Oil Reflections Luminous Smoothening, Wella Professionals, R$ 49,90 – Hidrata e finaliza os fios agindo como um protetor térmico, protegendo de uma das principais causas da quebra, que é o efeito do calor de procedimentos químicos | Crédito: Reprodução/Divulgação

VAI LÁ
NIOXIN
Preço dos kits: entre R$ 230 (com tamanhos reduzidos) a R$ 500.
Melhor site pra comprar: Beleza na Web ou salões credenciados.
Avaliação Final: ♥♥♥♥♥ (Excelente)

Advertisements

3 Comments Add yours

  1. Tati says:

    Que legal, adoro ler sobre produtos de beleza em geral!
    Fiquei curiosa sobre esse, vou pesquisar mais sobre ele!

    1. camilahonorato says:

      É um ótimo produto, Tati. Vale a pena experimentar. Depois me conta o que achou dele. Um beijo!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s