As 13 melhores músicas dos anos 1990

Estava eu aqui, pensando outra vez sobre os shows internacionais de 2011, quando de repente me vem um pensamento sobre algo em comum em relação a alguns deles: Chris Cornnel, Courtney Love, Alice in Chains e Stone Temple Pilots no SWU, Pearl Jam… Mas porra: todos esses caras fizeram parte daquele movimento musical de Seattle dos anos 90. Olha o grunge de novo aí! Não tinha como esse ano ser mais nostálgico!

Foto: Pearl Jam. Créditos: Paul Bergen/Redferns (Getty Images)
Foto: Pearl Jam | Crédito: Paul Bergen/Redferns (Getty Images)

Baseando-me nisso, resolvi elaborar uma listinha com as melhores músicas dessa década. Só clicar e aproveitar – e tomar cuidado pra não quebrar o quarto, ok?

13- Nirvana – In Bloom
De todas as bandas que fizeram sucesso nos anos 90, o Nirvana é o nome mais conhecido. Ironicamente também é a banda que eu menos gosto, além de ter fãs que me irritam profundamente. Fora que peguei birra  do Kurt Cobain depois que li sua biografia. Deem uma conferida em “Heavier Than Heaven”, de Charles R. Cross e entendam o que digo. Ou não, né. Ah, cara louco dos infernos…
Poucos trabalhos deles me agradam, como “In Bloom” – uma típica música que você coloca em um momento de fúria e desconta sua raiva gritando a letra, ou fazendo um imaginário “air drums”. Porque a bateria do Dave Grohl nessa música é um absurdo.
(Não vou nem explicar porque não selecionei a música mais conhecida deles. Porque ouvir “Smells Like Teen Spirit” de novo…)

12- L7 – Pretend We’re Dead
As Riot Grrrls do L7 também beberam da fonte do grunge, e influenciaram muitas outras bandas formadas só por mulheres. Suas músicas têm uma pegada bem underground, cabível em qualquer ensaio na garagem. Com qualidade, é claro.

11- Mudhoney – Let It Slide
Nada me tira da cabeça que o Kurt Cobain queria ser Mark Arm com todas as forças. Olhem o comportamento que esse cara tem no palco: qualquer semelhança com o Kurt não é mera coincidência. Não à toa: Arm foi um dos precursores do movimento. O Mudhoney não causou o mesmo alvoroço que outras bandas conseguiram causar, mas foram os responsáveis por influenciar praticamente todas elas. Mais respeito, por favor!

10- Mother Love Bone – Holy Roller
Outra banda precursora do movimento. Infelizmente, teve seu trabalho bruscamente interrompido com a morte do lindo (e um pouquinho andrógino) Andrew Wood. Tinha apenas 24 anos quando sofreu a overdose. Jeff Ament e Stone Gossard, que integram o Pearl Jam, também fizeram parte da banda.
Um conselho: se quiserem um nome para se inspirar no quesito presença de palco, podem apostar no Andrew. Esse cara era a pura essência do rock and roll, o que só faz sua morte precoce ser ainda mais triste, mesmo depois de todos esses anos.

9- Screeming Trees – Nearly Lost You
Essa música embalou vários encontros da família no quintal da casa da minha avó materna. Não tem aquela pegada super de garagem, na qual você sente vontade de quebrar todos os instrumentos. É super indicada para situações semelhantes à que eu descrevi anteriormente. Ou para quem quer pegar a estrada no fim da tarde, com um solzinho batendo na janela do carro e um ventinho no rosto.
Pra mim, tem uma vibe tão… Infância!

8- Hole – Celebrity Skin
Me julguem, me crucifiquem e me joguem na fogueira da inquisição: eu acho que a Courtney Love samba BONITO na cara do Kurt Cobain.  O Hole foi outra banda só de mulheres que influenciaram as Riot Grrrls. A pegada é boa demais.
E pros que xingam a Courtney: parem com esse discursinho patético de que ela matou o Kurt e o caralho a quatro. Ter antipatia da mulher por causa disso é de dar dó.
Tudo bem que eu sou suspeita: eu adoro pessoas polêmicas e que rasgam o verbo, por isso simpatizo ainda mais com ela.
E vamos combinar: quem não se divertiu com ela malucona no SWU desse ano, xingando o Dave, mostrando os peitos e errando a letra de Bad Romance, da Lady Gaga… Bom, são pessoas muito chatas! (pra não dizer outra coisa, tô com preguiça de pensar em xingamento pior).
E uma salva de palmas pro BOY MAGIA que dividiu o palco com ela no festival!

7- Silverchair – Tomorrow 
O Silverchair teve uma grande influência do grunge no som deles. Hoje em dia, partiram pra um rumo diferente, mas naquela época a fonte era essa. Ouvindo qualquer música de trabalho deles nessa década vocês percebem de onde vieram suas raízes.

6- Live – Selling the Drama

O Live tinha tudo para caminhar pro lado do grunge. Mas acabou seguindo para uma temática bem particular, com letras mais positivas. Sabe aquela viagem que você faz com os amigos pro campo, que pede uma fogueira e uma roda de violão? Então: super combina.

5- Stone Temple Pilots – Plush
Cante essa música em qualquer momento da sua vida no qual precise se sentir bem. Sério: tem a capacidade incrível de lavar sua alma.
E sei lá: na minha visão particular consigo me visualizar cantando essa música num palco fodido, sabe?  Lá nos anos 90 mesmo, naqueles muquifos cheios de gente querendo conferir a cena.

4- Soundgarden – Outshined
Eu ia colocar “Black Hole Sun”, mas acho que essa lista tá precisando de uma pegada mais pesada. Sabe aquela música que dá dor no pescoço de tanto chacoalhar a cabeça? Então, podem contar com ela.
E me desculpem, mas eu preciso fazer um desabafo: pegava o Chris Cornell antes e depois, na fase cabeluda e de cabelo curto, com ou sem barba. Mesmo nessa fase meio Jesus Cristo que ele tá. Fazer o que, minha gente…

3- Pearl Jam – Why Go
Escolher uma música de cada banda nessa lista já é um sacrifício. Com o Pearl Jam então… Optei por “Why Go” por duas razões. Primeiro: olhem a vibe que os caras estavam ao tocar essa música nesse vídeo. Se jogar no chão, sentir vontade de espancar alguém… Segundo: ela me proporcionou o melhor bate-cabeça da minha vida no show desse ano.
Preciso compartilhar essa sensação. Não dá, é um fardo duro pra carregar sozinha.

2- Alice in Chains – Would
O Alice in Chains foi, sem sombra de dúvida, uma das melhores bandas dessa década. Pra mim, só perde pro Pearl Jam. Gostei de saber que eles voltaram pra estrada depois de um longo hiato. A morte de Layne Staley foi brutal com os fãs, que até hoje não aceitam tão bem o novo vocalista. Mas sei lá, eu gosto do William DuVall: tem uma voz boa, presença de palco e um comportamento bem particular. Nada substitui o Layne, mas nem a banda tinha essa proposta: deram segmento ao trabalho deles com um cara que tem estilo próprio e não tenta copiar ninguém.
Bom, essa música tá em segundo lugar na lista com um certo aperto no coração. Eu não sei descrever o que sinto quando a escuto: ela me leva pra uma outra realidade. Deus sabe o que faz: se tivesse presenciado isso ao vivo, não sei o que seria de mim. Normal eu não ia ficar…

1- Temple of the Dog – Hunger Strike
Eu pensei muito pra selecionar a melhor música dos anos 90. Mas muito mesmo. A conclusão que eu cheguei é a seguinte: não tem como competir com uma banda grunge formada exclusivamente para homenagear um dos precursores do movimento. Sim, porque o Temple Of The Dog existiu em um tributo a Andrew Wood do Mother Love Bone (já citado nessa lista).  Daí você pega Chris Cornell e Eddie Vedder cantando juntos numa única música, onde os timbres de voz dos dois acabam se confundindo, quase como se fossem uma coisa só. Tem como ser mais absurdo do que isso?
Tem: é praticamente o Pearl Jam inteiro, acrescido da voz potente do vocalista do Soungarden. Um beijo na boca de todos os envolvidos, porque eu nunca consigo me acostumar com essa música. Sempre parece que é a primeira vez que eu a escuto.

Precisava compartilhar isso, pois escolhi todas as músicas com muito carinho e atenção. Só fechando o ano em grande estilo mesmo.

E esse foi o último post de 2011. Espero dar continuidade a tudo isso aqui em 2012, com o dobro de competência e maturidade (e o triplo de acessos – fazer o que, eu tenho fé! haha).

Um feliz ano novo pra todo mundo!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s