Crônica: Não pulei ondas no Ano Novo

Perdi as contas de quantas vezes vi queima de fogos na praia, pulei ondas e escondi sementes de romã dentro da carteira. Toda virada do ano me dá uma sensação extremamente estranha, pela falta de planos consistentes em relação aos meses que irão se seguir. Geralmente, minhas noites entre um ano e outro são recheadas…