Crônica: Sobre as voltas que o vento dá

Quando eu era pequena, gostava de me sentar na rede da casa de campo dos meus pais e de balançar conforme o vento batia no final da tarde. Gostava de observar o horizonte com as cores que surgiam no céu, vendo as transformações intensas de nuances no entardecer. Aquele crepúsculo que se descortinava na minha…

Poema: O Inimigo na Escuridão

O monstro adentra pelo quarto Invade o espaço entre as paredes Se acomoda na cama pequena Açoita a criança inocente. O monstro adentra pelo quarto Ameaça a alma confusa Diz para que ela não conte nada Compra-lhe o silêncio. O monstro adentra pelo quarto Promete mundos e fundos Causa a dor a uma pobre alma…

Crônica: Mulheres incríveis também sofrem rejeição

É duro quando a gente assume que tem uma autoestima boa, principalmente quando analisa as qualidades mais impressionantes que se tem. Não só os atributos físicos, mas a inteligência acima da média, a alta capacidade de discutir lances de jogos esportivos em uma mesa de bar, o conhecimento aprofundado em games, em línguas, arte, literatura……

Poema: Mensagem a um amor transparente

Hoje acordei com vontade de escrever para ti. De declamar poemas, versar sobre declarações feitas aos seus olhos claros e felinos A tuas expressões intensas e ao sorriso torto que chega a teus lábios E aos cantos externos de seu belo rosto. Acordei com vontade de despentear seus cabelos com as mãos. De amar as…