Crônica: Viver e escalar

Há uma linha tênue que separa o ato de viver do ato de escalar. E há muito dos dois que se fundem em uma coisa só. Cheguei a essa conclusão em uma bela tarde de domingo ensolarado, quando me sentei e me pus a conversar com uma mulher, amiga de longa data de minha família….

Crônica: A arte de ser feliz consigo mesmo

Bastar-se é genuíno, saudável, acolhedor. É um ato de amor consigo mesmo, com sua independência, com sua vontade de estar bem em sua própria companhia. A vida inteira somos ensinados de que precisamos de outra pessoa para nos sentirmos completos. Isso é o mais singelo dos mitos. Nossa felicidade não depende de terceiros. Depende de…