Penúria – Uma crônica

Era um dia envolto em nuvens e lágrimas quando ela abriu os olhos. Sua cabeça latejava pelas longas horas dormidas. Horas de um sono profundo e, ao mesmo tempo, inquieto. Sua mente parecia um mar revolto e de ondas fortes, que se quebravam na areia úmida como sonhos destruídos pelo tempo. O coração palpitava. Procurava afastar…