Crônica: Sobre amor e acolhimento

Amor não é fogo que arde sem se ver, mas certamente é ferida que dói e não se sente. Camões versava sobre a dualidade de um amor, da dor que recai sobre os indivíduos quando o mesmo dá as caras por aí. O amor não é fogo. Ele pode se reduzir às cinzas. Mas seu…

A poética do amor: uma crônica sobre o mais nobre dos sentimentos

Camões escrevia sobre o ‘contentamento descontente’ do amor. Sobre a dualidade que acompanha os pensamentos dos amantes. Pra mim, o amor sempre foi sinônimo de uma coisa grandiosa –  a razão pela qual respiram os grandes poetas. Poetas, esses, que me fascinaram desde a infância. Eu sonhava com o amor na sua forma literária mais pura. Sonhava com…