Crítica de Cinema: “Pets – A Vida Secreta dos Bichos” é uma fofura em forma de animação

Junte todos os tipos de animais de estimação que você conhece. Cachorro, gato, passarinho… Adicione um roteiro recheado de humor, uma animação bem feita e todos os rótulos possíveis sobre animais abordados de uma forma leve e divertida e pronto: você tem um dos lançamentos mais fofos do ano!

Pets – A Vida Secreta dos Bichos tinha tudo pra cair no lugar comum. Inclusive, no início do filme, a impressão que fica é a de que boa parte dele fica entregue no trailer e que, dificilmente, haverá uma surpresa que possa justificar seu lançamento. No entanto, conforme a trama se desenrola, as piadas prontas vão dando lugar a boas sacadas sobre os bichos e a momentos em que o espectador se derrete por seus personagens.

Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

Quando deixados sozinhos em casa, sem os seus donos, os animais vivem em uma realidade paralela que condiz com o que muitos seres humanos pensam sobre seus companheiros. Ambientada em Manhattan, na cidade de Nova York, a trama conta a história do cachorro Max, que vive uma nova realidade quando sua dona resolve adotar Duke, um cão enorme, peludo e bobão que fica fascinado ao ser levado para uma nova casa. O problema é que, assim como muitos cachorros o fazem na vida real, Max se sente ameaçado pela presença do novo companheiro e passa a fazer de tudo para se ver livre dele. Seu egoísmo, no entanto, acaba deixando ambos na rua, à mercê do ataque de animais abandonados e revoltados, liderados pelo coelho loucão Bola de Neve. E é aqui que os dois se aproximam e decidem unir forças para encontrar o caminho de casa.

Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

No meio do caminho, a parte mais divertida fica por conta da gata azul Chloe, uma comilona arisca que, como a própria cartilha denuncia, adora ser um gato e despreza a dependência emocional que os cachorros têm dos seres humanos. Isso não a impede de ter uma amizade divertida com Max e de, inclusive, ajudar a cachorrinha branca e ultra mimada Gidget, uma verdadeira madame de lacinhos, a encontrar Max, por quem é apaixonada, quando este some de casa. Gidget, aliás, desafia toda a sua postura de granfina, faz amizade com uma ave de rapina esfomeada e lidera todo o plano para resgatar os dois cachorros.

Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

O grande trunfo de Pets é apostar nos diferentes tipos de personalidades dos animais de estimação e extrair toda a comicidade disso. Estão lá o lendário vício dos cachorros por salsichas, a preguiça dos buldogues, os mimos absurdos e fora da realidade que os seres humanos fazem com os animais que mais amam, a vontade que todos eles têm de comer nossa comida e até os impulsos que os gatos têm de fugir quando seus donos os apertam e fazem carinho em excesso.

É importante ressaltar, por fim, que Pets é um filme agradável, coloridíssimo e recheado de uma trilha sonora bacana, que casa com todos os seus momentos. Uma boa pedida para crianças, famílias e adultos ultra sensíveis.

VAI LÁ
Pets – A Vida Secreta dos Bichos
Direção: Yarrow Cheney e Chris Renaud.
Roteiro: Brian Lynch, Cinco Paul e Ken Daurio.
Elenco (Dubladores Nacionais): Danton Mello, Tiago Abravanel, Luis Miranda e Tatá Werneck.
Distribuidora: Universal Pictures.
Classificação Final: ♥♥♥♥ (Muito Bom).

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s