Crônica: Sensibilidade sem negação

Vejo muitas mulheres hoje em dia negando características desvalorizadas pelo patriarcado. Renegando a sensibilidade, a intuição, o sentimento. Renegando delicadezas fundamentais ao ser humano, como se tais características fossem um grande motivo de vergonha.

Essas mesmas definições, atribuídas ao sexo feminino, PRECISAM estar em harmonia com nosso lado racional e à parte mais agressiva de nós mesmas. E não digo agressivo como uma alusão à violência: digo o agressivo inerente aos impulsos, às atitudes, às tomadas de decisões. A ser firme.

Vejam bem: nosso lado racional precisa trabalhar conjuntamente com nossas emoções. Isso dentro de cada homem e de cada mulher. O sentimento e a sensibilidade não são motivo de vergonha: são eles que nos impulsionam a aflorar nossa criatividade e espiritualidade. A abraçar a arte que existe dentro de nós, deixando-a aflorar da forma mais livre possível.

hd-butterfly-with-orange-butterflies-wallpapers-backgrounds
Crédito: Autor Desconhecido

Quando tentarem te colocar pra baixo, desvalorizando esse lado, seja firme! Digo ser firme para não renegar essa qualidade. Ela é bonita, não há nada do que se envergonhar. Ela é fundamental a todos os seres humanos. E mais: ela está em falta por causa de um sistema opressor e obscuro que reduz as pessoas a verdadeiras máquinas, apagando seu brilho. E olha só ao nível de intolerância e insatisfação que chegamos.

Aflore. Brilhe. Orgulhe-se de si mesma e não se renegue. Você não está errada e não está só

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s