Poema: Perdão (a importância de um ato nobre)

Eu te peço perdão por cada palavra confusa
Por cada angústia que escondi
Por cada frase não dita.

Eu te peço perdão por me afastar de repente
Por não responder de imediato
Por deitar afastada na beira da cama.

Eu te peço perdão por sair do banho
Por interromper a preguiça
Por te deixar sozinho e triste.

Eu te peço perdão por cada insegurança
Por acreditar que prefere outras companhias
Por falar tanto na mesa do jantar.

Foto: Cena do filme PS - Eu Te Amo
Cena do filme PS – Eu Te Amo | Crédito: Divulgação

Eu te peço perdão por te confrontar
Por ser tão egoísta
Por acreditar que o mundo só funciona de um jeito.

Quero manter aquela promessa
Que acredite naquelas vontades
No pedaço de linho em seus dedos.

Quero compartilhar cada barulhinho de chuva
Cada som baixo da televisão
Cada sussurro na madrugada.

Não quero que acredite na solidão
Não quero te ver partir
Pois conhecer o mundo não tem sentido
Se o melhor pedaço de mim não estiver do meu lado.

Peço que não se assuste com nada disso
Pois tudo o que quero é deitar no seu ombro
E compartilhar da melhor coisa que nós temos juntos.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s