Crítica de Cinema: “A Saga Crepúsculo: Amanhecer Parte 2 – O Final”

Quatro anos e cinco adaptações cinematográficas que puseram fim às expectativas quanto ao próximo filme a ser adaptado do livro original. É fato que o fim de uma saga sempre mexe com os fãs, que se sentem órfãos ao se despediram depois de tantos anos acompanhando a história que os cativou. Afinal de contas, é uma delícia se apegar a um autor, guardar todos aqueles livros e retomar a leitura de alguns trechos de vez em quando. Melhor ainda é a ansiedade antes de cada estreia no cinema. Isso acontece não só na saga Crepúsculo, mas em Harry Potter, O Senhor Dos Anéis, o mais recente Jogos Vorazes e as adaptações dos quadrinhos da Marvel. A gente não consegue controlar muito bem a histeria, ainda que ela seja só mentalmente.

O último filme da saga de vampiros é, de longe, o melhor – e por uma série de fatores. No papel de Bella, a protagonista Kristen Stewart parece muito mais confortável em ser a vampira forte do que a humana frágil. Sua interpretação é mais satisfatória, bem como a química junto a seu parceiro de cena Robert Pattinson (com quem se viu no meio a boatos de um relacionamento e ao escândalo recente de traição com o diretor do longa Branca de Neve e o Caçador, Rupert Sanders). Os efeitos especiais, insatisfatórios no começo com as cenas de caça e as tomadas com várias crianças-robôs, ganham fôlego na cena da batalha final. Soma-se a isso a aparição de vampiros mais tradicionais, pertencentes à escola Drácula, a bonita e discreta cena de sexo dos protagonistas, a queda de braço entre a mocinha e o grandalhão Emmett Cullen (interpretado por Kellan Lutz), entre outros.

Crédito: Divulgação

Depois de ser transformada por Edward (Pattinson) e conseguir sobreviver ao nascimento brutal de sua filha Renesmee (Mackenzie Foy), Bella acorda tendo que lidar com o imprinting de seu amigo lobisomem Jacob (Taylor Lautner, como sempre seminu e enlouquecendo as adolescentes) e a recente sede de sangue, que a coloca numa situação desconfortável com seu próprio pai. Não bastasse isso, a criança cresce numa velocidade assustadora e acaba atraindo os olhos de Irina (Maggie Grace), uma bela vampira loura do clã de Denali que recorre aos Volturi para anunciar sua existência. Para o obscuro clã italiano, a existência de crianças imortais é um crime imperdoável – e logo eles juntam um exército de testemunhas para aniquilar a família de Forks.

Para combater os Volturi, os Cullen recorrem a pequenos grupos de vampiros conhecidos para comprovar que a criança não é uma ameaça, mas uma criatura única dotada de grande inteligência e talentos especiais. Logo é formado um pequeno exército de vampiros, cujos olhos vermelhos denunciam a sede por sangue humano e a vontade de usar seus dons especiais num campo de batalha.

Crédito: Divulgação

Apesar do sucesso de vendas do último livro, o desfecho da saga dividiu a opinião dos fãs, que sentiram falta de ação. Para superar esse tipo de problema, a roteirista Melissa Rosenberg teve o consentimento da autora Stephenie Meyer para fazer algumas modificações. O resultado é um final surpreendente que pode assustar aos mais desavisados. Ainda assim, é uma surpresa agradável – e sangrenta.

Gostando ou não, é fato que Crepúsculo vai dar saudades. Sobretudo pelas discussões acaloradas da qual fez parte. Como fã, devo dizer que deu um aperto no coração…

Crédito: Divulgação

Observação: preste atenção na cena em que Robert Pattinson senta ao piano para tocar uma música em homenagem à filha de seu personagem. “Plus Que Ma Prope Vie” é uma bela canção assinada por Carter Burwell, responsável pela trilha sonora dos filmes anteriores, inclusive da conhecida “Bella’s Lullaby”.

Outra peça importante na trilha sonora é a banda Green Day, que compôs “The Forgotten” para o filme. Mais uma vez, a música da saga é um ponto positivo.

Avaliação Final: ♥♥♥ (Bom).

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s